Chanel N°5

Pergunte, se eu for capaz eu respondo (:    Ficou bom ? :s   Maáh Grillo   F.A.Q   

"E se disserem que o amor enfraquece com o tempo, diga a eles que o tempo não existe".

twitter.com/mahh_grillo:

    "Ele cheirava a chocolate, livro novo e inverno."
    Carpejar    (via alentador)

    (Source: carpejar, via alentador)

    — 1 hour ago with 10978 notes
    "Eu gosto quando você lá das alturas me abraça e parece pequeno. Eu pergunto o que é isso que deixa seu rosto tão interessante e você explica que é mistura de italiano com gente do mato. Não tem nada de alemão? Você ri. Você sempre ri quando me aproximo demais de algo que talvez nem exista. E logo depois fala algo bem íntimo que nem era a hora. Eu gosto que você se esconde na esquina entre meu olho e meu nariz e o seu mistério não me dá aquele medo errado."
    Tati Bernardi.  (via alentador)

    (Source: poesetos, via alentador)

    — 1 hour ago with 1556 notes
    "Mais tarde, dormimos. Quer dizer, ela dormiu. Eu fiquei abraçadinho com ela. Pela primeira vez eu pensava em casamento. Sabia que seus defeitos ainda não tinham vindo à tona. O começo de uma relação era sempre a parte mais fácil. Depois o lado oculto ia se revelando, sem cessar."
    Charles Bukowski.  (via acrescentada)

    (Source: classificar, via acrescentada)

    — 1 hour ago with 20206 notes
    "Ela gostava quando, depois de muito tempo calada, ele pegava no seu queixo perguntando ― o que foi, guria? Ele gostava quando ela dizia sabe, nunca tive um papo com outro cara assim que nem tenho com você. Ela gostava quando ele dizia gozado, você parece uma pessoa que eu conheço há muito tempo. E de quando ele falava calma, você tá tensa, vem cá, e a abraçava e a fazia deitar a cabeça no ombro dele para olhar longe, no horizonte do mar, até que tudo passasse, e tudo passava assim desse jeito. Ele gostava tanto quando ela passava as mãos nos cabelos da nuca dele, aqueles meio crespos, e dizia bobo, você não passa de um menino bobo."
    Caio Fernando Abreu. (via acrescentada)

    (Source: find-wisdom, via acrescentada)

    — 1 hour ago with 16165 notes
    "Vai chegar um dia em que todos vamos estar mortos. Todos nós. Vai chegar um dia em que não vai sobrar nenhum ser humano sequer para lembrar que alguém já existiu ou que nossa espécie fez qualquer coisa nesse mundo. Não vai sobrar ninguém para se lembrar de Aristóteles ou de Cleópatra, quanto mais de você. Tudo o que fizemos, construímos, escrevemos, pensamos e descobrimos vai ser esquecido e tudo isso aqui vai ter sido inútil. Pode ser que esse dia chegue logo e pode ser que demore milhões de anos, mas, mesmo que o mundo sobreviva a uma explosão do Sol, não vamos viver para sempre. Houve um tempo antes do surgimento da consciência nos organismos vivos, e vai haver outro depois. E se a inevitabilidade do esquecimento humano preocupa você, sugiro que deixe esse assunto para lá. Deus sabe que é isso que todo mundo faz."
    A Culpa é das Estrelas.  (via acrescentada)

    (Source: cogitador, via acrescentada)

    — 2 hours ago with 9898 notes
    "O que eu fui ontem e anteontem já é memória. Escada vencida degrau por degrau, mas o que eu sou neste momento é o que conta, minhas decisões valem para agora, hoje é o meu dia, nenhum outro."
    Martha Medeiros.    (via acrescentada)

    (Source: medeiros-mello, via acrescentada)

    — 5 hours ago with 21771 notes
    "Eu tenho recebido muitas ligações. São todas parecidas: “Você é Charles Bukowski, o escritor?” “Sim”, eu digo a eles. E eles me dizem que entendem minha escrita, e que alguns deles são escritores ou querem ser escritores e que têm trabalhos entediantes e horríveis e que não conseguem encarar o quarto, o apartamento, as paredes; a noite — eles querem alguém com quem falar, e não conseguem acreditar que não posso ajudá-los, que não sei quais são as palavras. Eles não acreditam que eu, com frequência, me enrolo no meu quarto, aperto minhas entranhas e digo: “Jesus, Jesus, Jesus, não de novo!” Eles não acreditam que as pessoas sem amor, as ruas, a solidão, as paredes também me pertencem. E quando desligo o telefone, eles pensam que escondi o meu segredo. Eu não escrevo por sabedoria. Quando o telefone toca, eu também gostaria de ouvir palavras que possam aliviar um pouco. É por isso que meu número está na lista telefônica."
    Charles Bukowski. (via acrescentada)

    (Source: c-a-n-a-r-i-o, via acrescentada)

    — 5 hours ago with 8414 notes
    "- Como andas?
    - Com as pernas.
    - Interessante.
    - O quê?
    - Teu uso da ironia para esquecer a dor."
    Camila Reis.  (via alentador)

    (Source: skinnysoulmate, via alentador)

    — 5 hours ago with 155495 notes
    "Quer saber quando comecei a dar certo? Quando decidi viver minha vida de modo que quando eu deitasse a cabeça no travesseiro me orgulhasse a cada segundo de erro por erro, acerto por acerto, defeito por defeito, qualidade por qualidade. Sem o menor medo, sem o menor pudor e com o maior respeito, não por uma imagem que criei, mas por uma essência que é natural e sem retoques."
    Clarissa Corrêa. (via alentador)

    (Source: decespalavras, via alentador)

    — 5 hours ago with 4912 notes
    gainsandlosses:

jcasanovaandrsn:

If this shit isn’t inspiring, I don’t know what is.


I’m going to start wearing crop tops

    gainsandlosses:

    jcasanovaandrsn:

    If this shit isn’t inspiring, I don’t know what is.

    I’m going to start wearing crop tops

    (Source: jairustehvirus, via 111pounds)

    — 10 hours ago with 235264 notes
    "Alasca não conseguia pisar no freio e eu no acelerador. Talvez ela possuísse um tipo estranho de coragem que me faltava."
    Quem é você, Alasca?    (via alentador)

    (Source: subjetivada, via alentador)

    — 4 days ago with 8404 notes